Operadoras negociam compra da vacina de Oxford

vacinação contra coronavírus

Empresas Privadas negociam com o governo a compra de 33,3 milh√Ķes de doses da vacina de Oxford. Empresas como Oi, Petrobras fazem parte da negoci√ß√£o. Veja quais s√£o as empresas interessadas na compra das vacinas contra o coronav√≠rus.


Podecomparar! R√°pido e F√°cil! - Selectra Brasil

ūüĎČ Quer economizar? Contrate Online agora mesmo! Est√° com d√ļvidas? Podemos te ajudar a comparar e contratar seu plano com toda as facilidades e segun√ßa que oferecemos ūüĒź

Conheça a Selectra Brasil

Hoje em dia diversas empresas privadas brasileiras entram no jogo de adquirir autoriza√ß√£o para a importa√ß√£o de 33 milh√Ķes de doses da vacina de Oxford, tamb√©m conhecida como AstraZeneca. A expectativa tem atra√≠do olhares tanto esperan√ßosos mas tamb√©m existem preocupa√ß√Ķes.

Vale lembrar que não só a Oi e a Ambev estariam procurando essa oportunidade, mas também companhias como a Petrobras, Gerdau, JBS, Whirpool e ADN Liga.

A Importação de mais vacinas pelas mãos de 9 empresas

Ajuda B√ļssola Covid-19

Se o movimento passar, as companhias envolvidas na a√ß√£o podem chegar a conseguir importar juntas mais de 33 milh√Ķes de imunizantes. Metade dessa quantidade seria destinada ao SUS, e outra parte seria enviada para os funcion√°rios e para familiares desses mesmos trabalhadores de empresas envolvidas.

Ainda que essa proposta soe como algo inegavelmente positivo, existe sim no plano de fundo um interesse de garantir a vacina√ß√£o mais c√©lere das equipes de colaboradores para que as atividades comerciais das empresas sejam menos impactadas por oscila√ß√Ķes nas taxas de infec√ß√Ķes.

Eduardo Pazuello, atual ministro da Sa√ļde, destacou que a prioridade de importa√ß√Ķes ser√° sempre do SUS. As empresas poder√£o adquirir lotes apenas quando a demanda do sistema tiver sido suprida.

Empresas Privadas negociam com Minist√©rio da Sa√ļde compra de vacinas

Algumas empresas privadas est√£o em negocia√ß√£o com o MS para comprar a vacina de Oxford, segundo a negcia√ß√£o o Minist√©ria da Sa√ļde deve liberar a compra, por√©m com algumas condi√ß√Ķes. Uma das condi√ß√Ķes √© que metade das vacinas de Oxford devem ser doas ao SUS (Sistema √önico de Sa√ļde).

Aproximadamente s√£o 11 empresas que est√£o participando das negocia√ß√Ķes, dentre elas:

Empresas Privadas Compra Vacina de Oxford
Vivo ‚ĚĆ
Oi ‚úĒÔłŹ
Claro ‚ĚĆ
Santander ‚ĚĆ
Whirlpool ‚úĒÔłŹ
ADN Liga ‚úĒÔłŹ
Vale ‚ĚĆ
Gerdau ‚úĒÔłŹ
JBS ‚úĒÔłŹ
Ambev ‚úĒÔłŹ
Petrobras ‚úĒÔłŹ

A inten√ß√£o √© que mais empresas privadas entrem na discuss√£o para compra da vacina de Oxford. Um dos objetivos dessas empresas privadas √© que seus funcion√°rios sejam vacinados, para garantir que as atividades possam funcionar dentro da nova normalidade. Segundo os dirigentes, a farmac√™utica que leva a negocia√ß√£o √© a Dasa e a previs√£o √© de que ainda no m√™s de fevereiro as 33 milh√Ķes de doses cheguem ao pa√≠s.

As empresas Vale, Santander, Ita√ļ e a operadora Vivo negaram que tenham tido qualquer interesse em participar da negocia√ß√£o na compra das vacinas.

Segundo a acessoria da operadora Claro, nega que a provedora faça parte do grupo interessado em comprar as vacinas contra o coronavírus.

Oi faz parte do grupo de negociação de compra da vacina de Oxford

Algumas operadoras de telecomunica√ß√Ķes foram chamadas para participar da negocia√ß√£o para compra da vacina covid. As operadoras Claro e Oi est√£o entre as empresas que est√£o tentando aderir a vacina covid.

Gerdau e a JBS lideram a discuss√£o

Rea√ß√Ķes Bussola Covid-19

Na lista de interessados na importação, alguns interessados pensam na possibilidade de adentrar nesse cenário, e outros aparentam querer sair da lista. A Gerdau e a JBS parecem estar no centro da decisão, afinal de contas, foram executivos dessas empresas que iniciaram a discussão.

Nas negocia√ß√Ķes, dentre as preocupa√ß√Ķes dos empres√°rios, estava a de receber cr√≠ticas dos consumidores por promover uma campanha de vacina√ß√£o interna, mesmo com os bancos de vacina√ß√£o do SUS com d√©ficit de imunizantes.

Para alguns, o √ļnico modelo vi√°vel seria doar 100% das doses √† rede p√ļblica. Afinal de contas, a reten√ß√£o de 50% dos lotes para imuniza√ß√£o interna das empresas configura ‚Äúfurar fila‚ÄĚ, e consequentemente, quebrar com o Plano Nacional de Vacina√ß√£o.

Saia de casa com mais seguran√ßa! Conhe√ßa a App B√ļssola Covid-19
B√ļssola Covid-19

Uma discussão em constante evolução

O cen√°rio √© de muita organiza√ß√£o e reorganiza√ß√£o. Algumas empresas alegam estar interessadas sim nas vacinas, mas n√£o estar envolvidas nas discuss√Ķes em tela. Ainda que o Presidente da Rep√ļblica tenha se manifestado a favor da libera√ß√£o dessa compra, alguns passos burocr√°ticos precisam ser seguidos.

Ser√° poss√≠vel aferir algum tipo de expectativa apenas com futuros desdobramentos da situa√ß√£o e evolu√ß√£o, quer seja no plano de vacina√ß√£o p√ļblica ou nos ideais atualmente estabelecidos pelo Minist√©rio da Sa√ļde.


Actualizado em