Cadastro Único | Consulte seus dados pela app Meu CadÚnico

Cadastro Único

Saiba tudo sobre o Cadastro Único, programa do Governo Federal onde é apontado através de um cadastro todas as famílias de que se encontram em uma situação vunerável. Saiba o que é o CadÚnico, como se cadastrar e como realizar consultas através do aplicativo Meu CadÚnico.


O que é CadÚnico?

O Cadastro Único é um cadastro que possibilita o governo Federal entender quais são e como vivem as famílias de baixa renda no país. Esse registro foi criado pelo próprio governo porém é quem o atualiza são as prefeituras de maneira gratuita, uma vez inscrito no Cadúnico ou que os dados estejam atualizados, o cidadão pode tentar participar de diversos programas sociais.

Com o Cadúnico o governo pode entender a realidade socioeconômica dessa parcela da população brasileira, algumas das informações solicitadas para realizar o registro no Cadúnico são:

  • Características da residência
  • Identificação de cada cidadão
  • Escolaridade
  • Situação de trabalho
  • Renda

Por exemplo cada programa tem uma condição diferente, mas o mais importante é que o usuário tenha sempre os dados atualizados. Veja quais são os principais programas sociais que usam o Cadastro Único.

  • ENEM
  • ID Jovem
  • Programa de Erradiação do Trabalho Infantil (Peti)
  • Programa Brasil Alfabetizado
  • Serviços Assistenciais
  • Carta Social
  • Crédito Instalação
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário
  • Programa Nacional de Reforma Agrária
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais/ Assistência Técnica e Extensão Rural
  • Bolsa Estiagem
  • Bolsa Verde
  • Água para Todos
  • Programas Cisternas
  • Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos
  • Telefone Popular
  • Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda
  • Carteira do Idoso
  • Minha Casa Minha Vida
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Benefício de Prestação Continuada
  • Programa Bolsa Família
Claro
Celular Claro
Saiba mais
Vivo
Celular Vivo
Saiba Mais
Tim
Celular Tim
Saiba mais
Oi
Celular Oi
Saiba mais

Processo de cadastro CadÚnico

Para que o processo do CadÚnico seja realizado com sucesso é necessário passar por um composto de processos para poder inserir e manter sempre atualizados as informações das famílias de baixa renda. Por isso o processo está organizado em 4 fases que vão garantir que todas as informações mostrem a realidade socioeconômica dessas famílias.

As 4 etapas do processo são:

  1. Identifica e Localizar as famílias que serão cadastradas
  2. Entrevistas e coletas das informações das famílias identificadas
  3. Incluir os dados coletados no Sistema de Cadastro Único
  4. Manutenção dos dados que já existem na base de dados do Cadastro Único: atualizar e confirmar os registros cadastrais.

Está incluido nas quatro etapas estratégias e ações como: Busca ativa, Atualização Cadastral, Exclusão Cadastral, Cadastramento Diferenciado e entre outras.

Cadastro Único📢 Fazer parte do CadÚnico é um direito da população de baixa renda, portanto os municípios não podem negar o cadastramento dessas famílias que fornecerem apenas os documentos que são impostos pelo Ministério da Cidadania.

Quem pode utilizar o Cadastro Único?

Para poder usufruir do benefício todos os usuários que residam sozinhos ou famílias de baixa renda devem cumprir com os seguintes requisitos:

  • Soma do salário da família e dividindo pelo número total de pessoas família deve totalizar um valor de até R$522,50, ou seja, metade do salário mínimo, por mês.

  • Se a soma do salário de todos os membros da família some até R$3.135,00, ou seja, três vezes o salário mínimo.

  • No caso da família ou de um único indivíduo estiver em uma situação de rua.

Como se cadastrar no CadÚnico?

Para se inscrever no programa Cadastro Único é necessário que um membro da família seja o responsável por disponibilizar todos os dados de todos os familiares, o responsável é chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF) e deve ter mínimo 16 anos e de preferência que seja uma mulher.

O RF é quem pode garantizar que todos os dados forncecisos são verdadeiros além de comprometer que os dados sempre estarão atualizados no caso de que haja alguma mudança na família.

A pessoa responsável precisa procurar na cidade onde mora qual é o setor responsável pelo CadÚnico ou pelo Bolsa Família, caso não encontre o RF pode pedir auxílio no Centro de Referência de Assistência Social - (Cras), em muitas cidades o próprio Cras realiza o cadastro.

Documentos obrigatórios

Entenda quais são os documentos obrigatórios para a realização do registro no Cadastro Único:

  • Para o RF é obrigatório apresentar o CPF ou Título de Eleitor

  • Para famílias indigenas e quilombas o responsável pode apresentar o CPF, o Título de Eleitor e também o Registro Administrativo de Nascimento Indigena ou qualquer outro documento de identificação, como por exemplo a certidão de casamento, carteira de trabalho e RG.

  • Já o responsável por famílias quilombas poderá apresentar o Título de Eleitor, CPF ou outros documentos de identificação: certidão de casamento, carteira de trabalho e RG.

  • Para os outros membros da família é necessário apresentar: certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, carteira de identidade (RG), carteira de trabalho ou Título de Eleitor.

Também existem documentos que não são obrigatórios porém podem facilitar o cadastramento, são eles: Carteira de trabalho, comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens até 17 anos, em caso de que não tenha o comprovante de matrícula deverá informar o nome da escola e comprovante de endereço, como por exemplo uma conta de luz.

Cadastro das pessoas sem documentos

No caso da família ou do cidadão não ter nenhum documento para apresentar, a pessoa do Cadastro Único responsável por fazer as entrevistas deverá encaminhar e orientar o usuário a solicitar os documentos, em caso de que seja a primeira vez a fazer o registro o usuário pode tirar a certidão de nascimento de maneira gratuita.

Enquanto o responsável não apresenta um documento próprio e um documento por membro, essa família não poderá participar do programa pois os dados estarão incompletos. No caso de que o setor do Cadastro Único não queira ou dificulte o cadastramento os usuários podem denunciar através da Ouvidoria do Ministério da Cidadania ou através do telefone 121.

Se você tem dúvidas se já está cadastrado no CadÚnico você pode verificar através do Meu CadÚnico.

Aplicativo Meu CadÚnico

Para consultar o Cadastro Único você pode acessar o site, através do telefone ou pelo aplicativo Meu CadÚnico através desses três canais os usuários podem tirar dúvidas e consultar os dados. Mas quais são as funções do Meu CadÚnico?

  • Auxílio o usuário a se cadastrar no CadÚnico.
  • Consultar informações da família.
  • Emissão do comprovante de cadastramento.
  • Confirmar quem são os membros da família.
  • Saber qual o NIS (Número de Indentificação Social) de cada membro.
  • Confirmar se existe alguma pendência no cadastro.
  • Localizar no mapa disponível um local de cadastramento mais próximo a região da família.
  • Entender quais são os programas sociais do Ministério do Desenvolvimento Social.

Auxílio Emergencial - Como receber o benefício?

Todas aquelas pessoas que recebem dispor do CadÚnico não será necessário se cadastrar pelo aplicativo do Auxílio Emergencial para poder receber o coronavaucher. Todos os usuários que sejam beneficiários do programa Bolsa Família irão receber o auxílio diretamente pelo cartão do programa.

Já para aqueles usuários que não fazem parte do Cadastro Único mas que fazem parte do programa Bolsa Família, receberá o benefício na conta que está registrada no Cadastro Único.

Actualizado em